Vivendo de Renda: Compro um Imóvel ou Invisto em Fundos Imobiliários?

Veja um quadro comparativo entre opção de possuir um imóvel como investimento ou Fundos Imobiliários

access_time 17/12/2018 - 15:21
format_align_left 2 minutos de leitura

Muitos brasileiros possuem o sonho de viver de renda. O método mais conhecido seria comprando uma casa e colocando-a para alugar. Outras alternativas também são possíveis para você atingir esse objetivo, sendo os fundos imobiliários uma excelente opção.

Abaixo apresentamos as principais diferenças entre comprar um imóvel e investir em fundos imobiliários.

Características:

Facilidade

Imóvel próprio: Processo burocrático que exige uma série de documentos e necessidade de constante manutenção.

Fundo imobiliário: A aquisição de cotas de um fundo imobiliário pode ser feita através de uma corretora ou homebroker. A aquisição dos imóveis pelo fundo imobiliário é delegada ao gestor do fundo, que se encarrega de todo o processo.

Liquidez

Imóvel próprio: Pouca liquidez. A venda de um imóvel pode demorar meses ou até anos, dependendo do tipo e localização do imóvel.

Fundo imobiliário: Por terem suas cotas negociadas em bolsa, sua liquidez tende a ser consideravelmente mais alta.

Rentabilidade

Imóvel próprio: Rentabilidade em torno de 0,38% ao mês (equivalente a 4,6% ao ano) sobre o valor investido. Adicionalmente, é necessário pagar outras despesas e taxas na compra de um imóvel como ITBI, laudos, corretagem, registo, estritura e alguma eventual reforma inicial. Tudo isso acarreta numa rentabilidade menor ao comprador.

Fundo imobiliário: A rentabilidade média dos fundos imobiliários gira em torno de 0,57% ao mês (6,8% ao ano) sobre valor investido.

Imposto de Renda sobre Proventos

Imóvel próprio: Imposto de Renda sobre a receita de aluguel de acordo com a tabela progressiva, que pode chegar até 27,5%.

Fundo imobiliário: Os dividendos pagos pelos fundos imobiliários são isentos de imposto de renda, traduzindo-se em maior rendimento líquido ao investidor.

Imposto de Renda Sobre Ganho de Capital

Imóvel próprio: 15% de imposto sobre o ganho de capital na venda do imóvel.

Fundo imobiliário: 20% de imposto sobre a valorização da cota, no momento da venda.

Diversificação dos Investimentos

Imóvel próprio: Limitação a poucos imóveis e um número restrito de regiões.

Fundo imobiliário: Possibilidade de exposição diversificada em diversos empreendimentos, onde muitos deles não acessíveis ao investidor individual.

Diversificação de Locatários

Imóvel próprio: Poucos locatários, levando a um risco concentrado de vacância e inadimplência.

Fundo imobiliário: Possibilidade de diversificação de locatários, que comumente são empresas de médio e grande porte ou multinacionais. Isso se traduz numa menor concentração de risco de vacância e inadimplência.

Gestão dos Imóveis e Contratos

Imóvel próprio: Gestão do portfólio é geralmente feita pelo próprio investidor, que se encarrega da manutenção de cada imóvel e gestão de cada contrato de locação, o que pode ser pouco prático e demandar muito tempo do proprietário.

Fundo imobiliário: Gestão dos ativos e contratos é delegada a gestora do fundo, que possui uma equipe profissional e dedicada para essa atividade.

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.