Curtas: Eletrobras avalia capitalização de aporte feito em 2016

De acordo com o noticiário local, o governo planeja um aumento de capital na Eletrobras com recursos dos minoritários, considerando a subscrição dos Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital (AFAC) realizados pela União em 2016.

access_time 08/10/2019 - 08:55
format_align_left 59 segundos de leitura
  • De acordo com o noticiário local, o governo planeja um aumento de capital na Eletrobras com recursos dos minoritários, considerando a subscrição dos Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital (AFAC) realizados pela União em 2016;
  • Esse incremento seria realizado através de aporte de caixa na Eletrobras a partir da adesão dos minoritários, dando a capacidade financeira para o pagamento de dividendos retidos. Tal operação poderia render aproximadamente R$ 1 bilhão aos cofres da União em dividendos. Para estimular a adesão dos minoritários, no entanto, a Eletrobras considera aplicar um deságio sobre o valor da ação, além de apostar na perspectiva de valorização com uma possível privatização em 2020;
  • Para que os recursos entrem no caixa da Eletrobras e parte seja distribuída na forma de dividendos neste ano, a publicação do decreto precisa acontecer nesta semana. A notícia não agradou ao mercado e as ações da elétrica apresentaram queda expressiva ontem.
Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.