XP Expert

Ceia de Natal e presentes mais caros em 2022

Roupas e calçados aumentaram cerca de 20%; já bicicletas e brinquedos vão pesar entre 7,5% e 15,5% a mais no bolso. Deflação de até 8,5% para videogames, TVs e aparelhos de som

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O Natal está se aproximando e a preocupação da maioria dos brasileiros está nos gastos relacionados aos presentes e a ceia natalina. Num levantamento selecionando os itens mais consumidos na celebração achamos variações bem distintas entre as categorias.

Na alimentação ao domicílio, por exemplo, os preços cresceram perto de 13%; item a item, bacalhau e frango tiveram altas de 7,9% e 5,1%, respectivamente. Uma das principais guloseimas do Natal, a rabanada, deve surpreender muitos consumidores com custo mais alto nos ingredientes para sua preparação. O grupo leite e derivados cresceu 26% (o leite in natura ainda mais, quase 40%); o pão francês, 18%; ovos, quase 20%. O açúcar, por sua vez, foi o único com deflação: -1,1%.

Os principais fatores que jogam os preços para cima no acumulado do ano são: aumento global dos preços de matérias-primas como trigo, milho e proteína animal por conta de problemas climáticos — La Niña —, efeitos da pandemia e guerra Ucrânia x Rússia. Isso tudo eleva os custos, mesmo com uma desaceleração pontual na margem recentemente.

Em relação aos presentes, o grupo de vestuário passou por uma inflação significativa em 2022. O preço das Roupas aumentou quase 21%, já Calçados e Acessórios subiram 16,6% enquanto Roupa infantil cresceu em menor intensidade, 13,6%. Sobre esses itens, temos que observar que já existe um aumento de demanda no final do ano já que muitos optam por presentear com esses produtos. Normalmente, a tendência é termos quedas de preços nas trocas das estações e altas nas novas coleções e no Natal. Mas nos últimos dois anos, não vimos esse movimento.

Os preços de vestuário registraram apenas altas, por conta do custo de produção que ficou muito mais caro. O algodão subiu 150% desde o começo da pandemia e até tecidos sintéticos sofreram com aumento de preços. No início da Covid-19 o consumo caiu, mas depois voltou a subir. O custo ficou elevado, as pessoas tinham disponibilidade de renda para consumo e, então, o repasse foi feito para esse setor. Enxergamos uma desaceleração no ano que vem, mas, por ora, esses produtos devem continuar pressionados.

Para as crianças e adolescentes há uma boa notícia: deflação considerável nos preços de videogames e computadores de -8,5 e -2,6%, respectivamente –, e alta modesta em Aparelho telefônico, apenas 1,9%. Para aquelas menos ligadas no mundo digital, o valor pago por bicicletas ficou 7,5% mais caro e brinquedos 15,5%. Aos adultos com desejo de renovar o audiovisual de suas casas, televisores e aparelhos de som sofreram deflação de -7,1% e -6,1%, respectivamente.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º na Resolução CVM 20/2021. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.