Comprar ouro é um bom investimento agora?

Em tempos de instabilidade, o ouro sempre aparece como opção. Será que agora também é uma boa?


Compartilhar:


Assim como o dólar, o ouro também é um dos principais ativos que ganham relevância em tempos de crises econômicas e volatilidade. Por isso, comprar ouro acaba sendo uma alternativa para investidores.

O ouro é considerado por muitos o “porto seguro” do mercado financeiro mundial. Em momentos de volatilidade e incerteza a procura por ele acaba crescendo bastante.

Mas será que é o momento para comprar ouro? Para explicar essa e outras dúvidas, vamos detalhar a seguir alguns conceitos. Ao final, vamos dar detalhes sobre cotação e como comprar o ativo que tem ganhado destaque nos mercados.

  • Por que comprar ouro?
  • É possível comprar outro com pouco dinheiro?
  • Quais os riscos relacionados ao ouro?
  • Como investir em ouro
  • Qual a cotação do ouro?

Boa leitura!

Por que comprar ouro?

Antes de mais nada, é preciso dizer que o ouro, assim como qualquer outro tipo de investimento, não deve ser considerado somente por conta de uma dica ou para seguir uma moda qualquer.

Usado como moeda de troca internacional desde 1500 a.C, aproximadamente, agora o ouro é conhecido como um símbolo de
proteção contra crises financeiras. É o que o mercado financeiro conhece como hedge ou proteção.

O ouro é visto também como um investimento seguro em diversos cenários. Mas, por se tratar de uma aplicação cuja variação de preço acontece diariamente e em todo o mundo, é importante conhecer o mercado e suas nuances.

Atritos comerciais entre EUA e China, ou eleições presidenciais conturbadas, por exemplo, são fatores geopolíticos que também
impactam a cotação do ouro. Por isso, ficar sempre atento às notícias é
essencial.

A mesma lógica vale para você que está pensando em vender ouro. Observe o cenário geopolítico e econômico mundial e como está a tendência da cotação antes de decidir pela venda ou não do metal precioso.

É possível comprar ouro com pouco dinheiro?

Atualmente, existem opções para compra de ouro físico e também em algumas modalidades de investimento (vamos falar sobre elas mais à frente).

Para compra de ouro físico, existem uma série de corretoras especializadas em negociar o metal, sendo possível comprar até R$ 10 mil em dinheiro (regra do Banco Central para evitar lavagem de dinheiro).

No caso do material físico, é possível comprar pequenas quantidades laminadas ou até mesmo barras.

Já nos investimentos a alternativa mais em conta é o COE Alta de Ouro, que está disponível na XP. É possível investir a partir de R$ 5 mil, diretamente na plataforma.

Quais os riscos relacionados ao ouro?

Os riscos do metal têm relação com a oferta e demanda no mundo e com o valor da moeda nacional em relação ao dólar.

Além disso, é preciso observar as políticas monetárias dos países, os fluxos de importação e exportação do metal, os períodos de sazonalidade e fatores naturais que possam afetar a extração do ouro.

Em relação à compra ou venda do ouro, há também a preocupação quanto ao armazenamento com segurança (no caso do metal físico) ou na gestão dos ativos negociados via BM&F ou corretora de valores (caso de ações, COE e fundos).

Neste último caso, lembre-se de avaliar quem é o responsável pela custódia desses ativos e qual é o valor cobrado pelo serviço. Isso é fundamental para que você tenha certeza que a operação é vantajosa, já que uma taxa alta de custódia pode diminuir os seus rendimentos.

Como investir em ouro

A preocupação com os sinais de desaceleração da economia global por conta dos efeitos do coronavírus e da crise do petróleo devem manter o ouro em alta.

A commodity metálica é indica para investidores que já possuem recursos em outros produtos financeiros e quer diversificar a carteira, compensando o risco de outros investimentos.

Existem algumas formas de investir em ouro, dentre elas destacamos 4: comprar barras de diferentes pesos, comprar contratos na bolsa, aplicar em COE ou em fundos que acompanham a variação do ouro na bolsa.

COE

O Certificado de Operações Estruturadas é um investimento que une produtos da renda fixa e da renda variável. É um ativo seguro como ouro, com capital protegido, a perda máxima de zero e exposição ilimitada à alta.

Lembrando que aqui na XP temos várias possibilidades para você investir em ouro, sobretudo neste cenário de instabilidade. No entanto, aportar dinheiro no ouro, de forma direta, é acompanhar a volatilidade do ativo, que pode se desvalorizar. Por isso, disponibilizamos a exposição ao ouro através do COE, com 100% do capital protegido. A aplicação mínima é de R$ 5 mil.

Saiba como ter exposição ao Ouro através do COE, com 100% do capital protegido

Ouro em barra

Neste caso, é preciso procurar uma corretora autorizada pelo Banco Central e pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Evite comprar em lojas de rua e, por segurança, só compre as barras vendidas lacradas pelas distribuidoras.

Contratos futuros na bolsa

Esta é uma das alternativas para quem tem receio de manter o ouro em casa e prefere comprar ativos negociados na BM&F Bovespa. Existem opções de contratos futuros que variam de 0,225 grama (por cerca de R$ 35) a 250 gramas (por mais de R$ 40 mil).

O alerta aqui fica para o fato de que os contratos menores são menos negociados, então o investidor pode ter dificuldade para vender quando quiser.

Se você se interessou por essa opção, entre em contato com a mesa de operações da corretora e peça pelos códigos OZ1D ou OZ2D.

Fundos de investimento

A terceira opção da lista são os fundos lastreados em contratos financeiros de ouro. Geralmente, são protegidos da variação cambial e possuem a gestão de um profissional.

São mais acessíveis à maioria dos investidores, já que não é preciso se preocupar com burocracias para comprar o ouro em espécie e nem com os detalhes do mercado futuro. Além disso, a aplicação mínima é de R$ 500.

O fundo pode ser passivo e comprar o ouro e sofre com as oscilações do preço ou ativo, que compra e vende de acordo com o momento do mercado. Na XP, a alternativa de fundo disponível é o Trend Gold FIM.

Qual a cotação do ouro?

Segundo a equipe de análises da XP, o ouro teve valorização de mais de 25% em dólares e quase 50% em Reais nos últimos 12 meses.

Somente em 2020, a commoditie subiu quase 10%, principalmente por conta das incertezas em torno da pandemia de coronavírus.

Atualmente, a cotação da grama do ouro gira em torno dos R$ 250. Para saber mais sobre a cotação, consulte o site da BM&F Bovespa.

Como a percepção de risco global está em níveis historicamente elevados, o ouro acaba sendo uma boa reserva de valor e tende a ser uma alternativa para preservar o capital e diversificar os investimentos.

Para entender melhor, leia aqui a nossa análise sobre o cenário do ouro.

Quer melhorar a correlação entre os ativos da sua carteira? Aproveite para comprar ouro e proteja seu patrimônio neste momento de incertezas.

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.